A INTERNET DAS COISAS (THE INTERNET OF THINGS)

A internet das coisas trata-se do fruto de um trabalho desenvolvido pelo MIT (Massachusetts Institute of Technology)[1], a ideia principal é fazer com que coisas se comuniquem com diferentes coisas. Mas que coisas são essas? Essas coisas podem ser representadas por diferentes tipos de dispositivos, ou melhor qualquer tipo de dispositivo que consiga se conectar em uma rede (por exemplo a internet) e que se comunique com outros dispositivos. Por exemplo: comunicação entre smartphone e laptop.

Hoje em dia está se tornando cada vez mais comum termos muitos dispositivos conectados a internet e não são mais somente smartphones, pc’s ou laptops. O mercado está cada vez mais agressivo e nos trazendo novidades como os wearables, drones, entre outros.

Diversos dispositivos encontrados no mercado são inteligentes, ou seja, são capazes de processar dados e trocar informações com outros dispositivos. Muitos deles possuem alta capacidade de processamento e estão preparados para realizar diferentes tipos de tarefas.

Com a internet das coisas não apenas as pessoas se comunicam, como também cada vez mais temos dispositivos se comunicando uns com os outros. Esse tipo de comunicação pode fornecer dados importantes a outros sistemas e também controlar uma série de diferentes atividades: “desde ascender uma lâmpada até monitorar o corpo humano enviando relatório de atividades para um servidor onde os dados são processados e informações importantes da saúde são expostas ao usuário do dispositivo”. Essa revolução tecnológica tem trazido beneficiados para diferentes áreas como: saúde, agricultura, indústria, meio ambiente, transporte, entre outras.

No ano passado a Cisco divulgou um relatório que segundo algumas estimativas são esperados 50 bilhões de dispositivos conectados em 2020.
Com base em tendências mencionadas por especialistas do setor, grandes empresas estão investindo fortemente no desenvolvimento de dispositivos inteligentes. Sejam eles desde dispositivos de culinária até carros inteligentes. Especialistas também afirmam que já estamos vivendo a quarta geração[2] da internet onde teremos tudo conectado, com isso também se fala em big data e de grande oportunidade para start-ups.

Entenda mais sobre a Internet das Coisas assistindo o vídeo abaixo:

Referências

[1] http://pt.wikipedia.org/wiki/Internet_das_Coisas
[2] http://blogs.estadao.com.br/pedro-doria/2010/09/12/em-sua-nova-geracao-a-internet-sao-varias-redes-nao-uma-so

 

Links externos

http://www.cnet.com/news/how-much-is-the-internet-of-everything-worth-cisco-says-19-trillion

Por THIAGO TEIXEIRA

Postado em: 15 de janeiro de 2015

Confira outros artigos do nosso blog

MATERA patrocina Software Experience 2017

05 de outubro de 2017

Caue dos Santos Pereira

Nova diretoria de Inovação e Negócios da MATERA busca parcerias

20 de abril de 2017

Vania Hoshii

Retrospectivas Bombásticas – Keep Talking and Nobody Explodes

17 de março de 2017

Bruno Gonçalves Zanutto

Prato de hoje: Retrospectiva

02 de fevereiro de 2017

André Suman

Deixe seu comentário