Tags:

As quebras de paradigma da Cloud Computing

Desde seu nascimento o universo da Tecnologia da Informação já vivenciou inúmeras vezes a traumática situação da quebra de paradigma. Quando estamos nos acostumando a uma tecnologia ou arquitetura ou forma de pensar, surge uma nova onda que varre grande parte (às vezes tudo) do que tínhamos como certo até então.

cloud verde com IaaS, PaaS, SaaS e DaaS

Já passamos pelo modelo de computação centralizada (Mainframe), com seus terminais de baixa capacidade, mudamos para o modelo de client-server, extraímos o máximo dele com a onda da Virtualização e agora nos deparamos com a Cloud Computing, que nos apresenta vastos horizontes de possibilidades e vem quebrar não 1, mas diversos paradigmas. Um dos nomes mais importantes nesse assunto no Brasil, Cesar Taurion, vislumbra um novo modelo computacional num de seus artigos, o client-cloud. Outros 3 de grande destaque são a IaaS, PaaS, SaaS. Queremos focar aqui num paradigma que consideramos fundamental: importância do servidor x importância do serviço.

Antes o hardware era caro e tínhamos que concentrar vários serviços nele, o que lhe aferia grande importância. Fazer a manutenção em um serviço era potencialmente desastroso para um outro. Sem falar nos altos custos envolvidos de aquisição (capex) e operação (opex). Mesmo com todas as melhorias proporcionadas pelo advento da Virtualização, a administração continua dispendiosa, pois os servidores virtuais (agora cada um idealmente com seu único serviço) seguem o mesmo modelo, como se fossem uma máquina física. Por falar no hardware, este ganhou ainda mais importância, pois agora concentra inúmeras máquinas virtuais.

A Cloud traz a idéia de que o importante é o serviço demandado pelo usuário, tornando irrelevante como ou onde ele está sendo provido. Ele precisa de um banco de dados, não de um servidor de banco de dados. Se a performance está inadequada, ele precisa de mais performance, não de um segundo servidor em cluster. Valendo-se principalmente da virtualização e da automatização, as diversas ferramentas de Cloud (CloudStack, OpenStack, OpenNebula, Nimbus, Eucalyptus, etc) oferecem uma interface simples para os usuários obterem o que lhes interessa: o serviço.

corredor de servidores rumo a nuvem

Um jogo de palavras tem sido muito bem empregado para simbolizar essa mudança de paradigma: cat vs cato. No modelo em vigor os administradores tratam seus servidores (físicos ou virtuais) como cat (gato), ou seja, como um animal de estimação. Sabem o nome, suas limitações, suas funções, detalhes operacionais e etc. No ambiente da Cloud os servidores são tratados como cato (gado), ou seja, há um conjunto (rebanho) inteiro deles destinados a prover um serviço de interesse do usuário (geralmente de uma massa de usuários). Como exemplo prático pensemos no site de uma universidade no dia do anúncio dos aprovados no seu vestibular. É um volume tão grande de acessos que 1 único servidor dificilmente suportaria, por isso vários servidores são usados para prover esse único serviço.

A MATERA  está sendo um dos desbravadores dessa onda tecnológica no Brasil. Em parceria com a Amazon já migramos com sucesso a infraestrutura de TI de alguns clientes para o AWS. Além da alta confiabilidade desse ambiente notamos também diversas outras vantagens, inclusive a financeira.

Um dos investimentos em andamento na MATERA é a adoção de uma ferramenta de Cloud híbrida para prover maior agilidade e produtividade aos times de desenvolvimento e atendimento, sem ferir os preceitos de Compliance, mas sim potencializando-os. Num futuro artigo vamos falar mais especificamente desta ferramenta: OpenStack !

 

Links Externos

http://pt.wikipedia.org/wiki/Paradigma

http://pt.wikipedia.org/wiki/Mainframe

http://pt.wikipedia.org/wiki/Cliente-servidor

http://pt.wikipedia.org/wiki/Virtualiza%C3%A7%C3%A3o

http://pt.wikipedia.org/wiki/Computa%C3%A7%C3%A3o_em_nuvem

http://imasters.com.br/perfil/cezar_taurion/

http://imasters.com.br/infra/cloud/mudanca-do-paradigma-de-cloud-computing-a-nova-arquitetura-de-client-cloud/

http://pt.wikipedia.org/wiki/CAPEX

http://pt.wikipedia.org/wiki/OPEX

http://www.infoq.com/br/news/2009/01/Iaas-Paas-Saas

http://en.wikipedia.org/wiki/Cloud_computing_comparison

http://www.openstack.org/

http://cloudstack.apache.org/

http://opennebula.org/

http://www.nimbusproject.org/

https://www.eucalyptus.com/

http://aws.amazon.com/pt/

http://en.wikipedia.org/wiki/Regulatory_compliance

Por EMILSON MARGOTO

Postado em: 05 de fevereiro de 2015

Confira outros artigos do nosso blog

Estimando Custos na AWS

08 de março de 2016

Anderson Lima

Usando Amazon SQS como sistema de mensagens (2/2)

02 de março de 2016

Luis Sergio F. Carneiro

Cine Dojo: a mistura da MATERA de Coding Dojo, Cinema, Pipoca e TI!

04 de fevereiro de 2016

Valmir Massafera Jr

Documentação da sua Nuvem com Linha do Comando

15 de dezembro de 2015

Matias Schweizer

Deixe seu comentário