Tags:

“Bem-vindo à praia!”: como uma boa recepção contribui para o desenvolvimento de novos profissionais

CuriosidadeO primeiro dia em um novo emprego traz um mix de sensações: frio na barriga, nervosismo e ansiedade, pois não se sabe quais desafios esperam por você e quem serão as novas pessoas que farão parte do seu dia a dia. Não há nada melhor do que um “seja bem-vindo” e uma acolhida calorosa para sentir-se parte do time logo de cara.

Com o objetivo de tornar o MATERANO parte do time desde o primeiro dia de casa, a MATERA tem o Programa de Tutor há mais de 5 anos. Durante os 3 meses do período de experiência, o novo MATERANO tem um Tutor, que é um profissional que pertence à mesma área do recém-chegado e possui atividades similares as dele. Sua responsabilidade além de orientar nas questões técnicas, passa por acolher e integrar à equipe, apresentar a estrutura da empresa e facilitar a adaptação à cultura, missão, valores e políticas internas da empresa.

Tutor
Eu, Cauê, sou hoje analista de marketing da MATERA e tive a oportunidade de vivenciar ambos os lados, o de Tutor e o de Tutorado. Quando entrei, em 2012, como estagiário, fui muito bem recebido pelo meu Tutor, que me integrou ao time e me apresentou todas as pessoas com quem eu teria contato a partir dali. Ele foi atencioso ao me explicar as atividades e acompanhava de perto o meu desenvolvimento com feedbacks informais no dia a dia. Para identificar o meu progresso de maneira mais concreta tivemos reuniões de feedback no 1º, 2º e 3º mês de empresa, nas quais a coordenadora do departamento participava apresentando os pontos a serem melhorados e quais eram os que eu estava tendo um bom desenvolvimento. Pouco a pouco, fui ganhando autonomia e confiança, porém sempre atendido prontamente por ele quando eu tinha qualquer tipo de dúvida.

Ao ser efetivado, tive a oportunidade de ser o Tutor do novo estagiário do departamento, pessoa que executaria minhas antigas funções. Com esse desafio pude desenvolver habilidades de liderança e a minha didática. Relembrei como havia sido o meu processo de tutorado para que eu pudesse suprir o que eu tive dificuldade quando entrei. É gratificante observar seu tutorado desenvolver bem e sozinho as atividades, pois você sente que contribuiu para o seu crescimento e ao mesmo tempo manteve a qualidade da entrega das atividades do time. Hoje, sou Tutor pela segunda vez, e neste caso, aprendi a me adaptar às características do tutorado para que ele possa se desenvolver de maneira efetiva. Afinal, cada profissional possui suas singularidades, uns são mais expansivos, outros mais introspectivos, e é importante o Tutor ter a sensibilidade de identificar estes pontos e adequar sua maneira de compartilhar com o tutorado.

Em uma pesquisa interna realizada este ano com tutores e tutorados, identificamos que 88% dos tutorados acharam que o programa ajudou na integração junto à equipe e 86% responderam que seus tutores sempre se mostraram disponíveis e esclareceram de maneira clara todas dúvidas.

Investir_tempoNa MATERA, acreditamos que a dedicação aos novos profissionais nos primeiros meses é um investimento importante e indispensável, pois somente assim é possível que eles se sintam em casa com rapidez, acelerando assim seu desenvolvimento e produtividade.

Por CAUE DOS SANTOS PEREIRA

Bacharel em Publicidade e Propaganda com ênfase em Marketing pela PUC Campinas, com especialização em Gestão Estratégica da Inovação pela Unicamp. É especialista em gestão de marcas, inovação aberta, posicionamento produtos e empresas, estratégias de marketing e inovações no mercado financeiro.

Postado em: 14 de dezembro de 2015

Confira outros artigos do nosso blog

Tudo azul, tudo bem, tudo zen: conheça nosso espaço de descompressão

23 de agosto de 2018

Fernando Porto

Atração de talentos: recrutamento da Matera é reconhecido pelo Linkedin

17 de julho de 2018

Fernando Porto

Dia de Folia: um exemplo de integração entre trabalho e família

11 de julho de 2018

Fernando Porto

Inclusão e deficientes visuais: vamos falar sobre isso?

18 de maio de 2018

Evandro Chequi

Deixe seu comentário