Certificação de Testes CTFL – DICAS E BENEFÍCIOS

Todos os profissionais da área de testes provavelmente já ouviram falar pelo menos uma vez sobre a certificação de testes (CTFL Foundation Level). Mas você sabe quais os benefícios que essa certificação traz?

Nesse post iremos abordar as vantagens que obtemos ao adquirir a certificação de teste e também dicas para realizar o exame da BSTQB.

Benefícios:

De acordo com o site da BSTQB:

Benefícios para os testadores certificados:

  • Adquirir conhecimento e habilidade avaliada de forma independente
  • Aumentar as suas perspectivas no mercado de trabalho.
  • Poder adicionar o “ISTQB Certified Tester” em seu currículo.
  • Apresentar-se como reconhecido e dirigido por um Código de Ética.

Benefícios para os empregadores

  • Ter uma equipe certificada pode ser uma vantagem competitiva para a organização, que pode se beneficiar da adoção de melhores práticas e testes estruturados e atividades de teste otimizadas.
  • Para as organizações de consultoria, uma equipe certificada pode oferecer serviços de alto nível para os clientes, aumentando as receitas e o valor da marca.
  • A adoção do esquema de certificação do ISTQB em uma organização pode ajudar a recrutar e reter pessoal de alto nível, podendo ainda ajudar as organizações a manterem-se em dia com as inovações do teste.

Essa certificação é a inicial para os profissionais da área e aborda os fundamentos de testes de software. Além desta existem outras certificações de extensão ágil e níveis mais avançados que podem ser consultadas aqui.

A certificação de testes certamente aumenta as perspectivas de trabalho, porém considero esse benefício apenas uma consequência do preparo realizado antes do exame.

Nessa área existem muitas técnicas, conceitos e métodos de trabalho que muitos não conhecem ou até já aplicam no dia a dia e não sabem. Quando estamos nos preparando para o exame de certificação aprendemos muitas técnicas que enriquecem nosso trabalho, nos dão uma visão mais crítica e sistêmica, além de nos abrir um leque de opções de abordagens que facilitam nas tomadas de decisões em projetos mais complexos.

Uma equipe certificada tem muito mais propriedade para tomar decisões assertivas e consequentemente aumentar o nível de cobertura e qualidade dos testes em um sistema além dos próprios benefícios já citados pelo BSTQB.

Dicas:

1. Para realizar o exame de certificação de testes é necessário estudar MUITO!

E não estou brincando… existem alguns cursos preparatórios disponíveis na internet, onde indico fortemente a realização de algum deles.

Indicações de Treinamentos:

TI.Exames – Preparatório para o exame CTFL do ISTQB/BSTQB

ITerasys – Preparatório para o exame CTFL

2. Se fizer o curso aproveite cada módulo. Faça resumos, responda aos quizes e tire o máximo de aproveitamento.

3. Não entenda nada 90%. Entenda tudo 100%.

4. É importante aproveitar o conteúdo disponibilizado pelo site da BSTQB, onde há materiais de estudos e simulados.

5. É importante entender cada assunto e não decorar as questões dos simulados. No exame pode cair o mesmo enunciado escrito de maneira diferente e então, se você não entendeu o assunto provavelmente irá selecionar a opção errada.

6. Faça e refaça TODOS os simulados. Eles são muito importantes para você medir o quanto está preparado para o exame.

7. No dia da prova tente manter a calma (eu sei que é difícil rs). Excesso de ansiedade e nervosismo podem atrapalhar na concentração.

8. Fique atento às pegadinhas! Elas são comuns em exames de certificação.

Exemplo de uma pegadinha:

Um campo aceita valores de 1 à 10. Considerando a técnica de análise de valor limite selecione a opção que contenha as entradas válidas.

A questão está clara, certo? Então, com certeza teria uma alternativa com o resultado 0, 1, 2, 9, 10, 11.

Mas, a última palavra do enunciado é válidas. Nesse caso a alternativa acima estaria errada, pois 0 e 11 são entradas inválidas. (Para entender como funciona a técnica de análise de valor limite clique aqui).

Por isso, leia atentamente cada pergunta, pois uma palavra pode mudar o resultado da questão.

9. Após terminar o exame se ainda tiver tempo releia as questões e opções selecionadas. Pode acontecer de você interpretar a questão errada na primeira vez e lendo novamente entender seu objetivo.

Essas são apenas algumas dicas de estudo que funcionaram comigo e pode funcionar com você, mas cada pessoa tem uma maneira diferente de aprender. Só não deixe de se qualificar. Vamos nos certificar e aumentar o nível de qualidade dos nossos testes! o/

Espero que estas dicas tragam retornos positivos à todos!

Boa a sorte na certificação e #PartiuTestar

Por EMANUELLE BERNARDO SPONTON

Formada em Tecnologia e Análise de Desenvolvimento de Sistemas, Certificada em Testes (Foundation Level - CTFL), e-learning em Gestão de Projetos - FGV, cursando Gestão e Estratégia de Empresas - Instituto Unicamp

Postado em: 29 de janeiro de 2016

Confira outros artigos do nosso blog

Como foi o 9º Meetup DevTests HST com apoio da Matera

24 de setembro de 2018

Ariane Ferreira Izac

Matera participa da 9ª edição do meetup DevTests Campinas

03 de setembro de 2018

Ariane Ferreira Izac

Teste de mutação com PITest

24 de agosto de 2018

Julio Cesar Consolini

Introdução ao Dev-Test Pairing

13 de junho de 2018

Caio Rizolli

Deixe seu comentário