Desenvolvedor x Testador

Façam suas apostas! Organizem as torcidas! O “fight” vai começar!

De um lado temos ele, o Desenvolvedor, analisa as soluções tecnicas, implementa o back-end, implementa o front-end, executa os testes unitários, commita e disponibiliza um entregável para ser validado.

Do outro lado está ele, o Testador, ele planeja o projeto de teste, prepara o ambiente de teste, escreve o caso de teste, executa os testes do entregável validando as alterações do back-end\front-end garantindo assim que o que foi proposto no escopo foi implementado corretamente, reporta os erros e analisa os indicadores.

Pronto! Já temos os adversários, isso significa que a luta já pode começar?

Desenvolvedor x Testador [2]

Sinto desapontá-lo, mas quem pensa que Desenvolvedor e Testador são rivais está totalmente enganado, pelo contrário meu caro, eles devem ser cúmplices, diria que um complementa o outro.

É muito comum na nossa área ouvirmos termos como: testador é inimigo de desenvolvedor, são rivais, estão de lados opostos, estão em eternos conflitos, testador está quebrando o sistema. Quem nunca ouviu a frase “Desenvolvedor constrói e testador destrói”?

 “…infelizmente, ainda há os que encarem os Testers com inimigos em uma fábrica de software. Sentimentos tais como: “a equipe de teste fica feliz quando encontra um bug” ou “a equipe de teste é muito chata” tornam o trabalho de desenvolvedores e testadores ainda mais estressantes.” [1]

Proponho aqui começarmos a enxergar de um outro ângulo, vermos as coisas de uma outra forma. Pense comigo, se trabalhamos em um mesmo projeto evidente que nesse ponto já podemos considerar que jogamos do mesmo lado. Apesar de desempenharmos papéis diferentes, no fundo convergimos para mesmo objetivo, concluir as entregas conforme planejado, independente do projeto que estamos alocados, com melhor qualidade possível.

Muitas vezes o testador ajudará o desenvolvedor expondo os cenários que serão validados, nessa conversa ele já consegue identificar algum ponto que deixou de tratar e já pode complementar essa codificação, evitando possíveis retestes, por exemplo. Podem ajudar com conhecimento de negócio o desenvolvedor a executar o unitário também, e vice-versa, o desenvolvedor pode passar para os testadores os pontos de impactos importantes que poderão ser afetados com a alteração para que dessa forma possamos garantir uma melhor cobertura nos testes de acordo com o que foi alterado. A palavra chave aqui seria comunicação.

É muito importante que ambos os lados percebam que trabalham em equipe e que a junção do papel de cada um é que fará a diferença no produto final.

Portanto, nessa relação deve haver parceria, um ajudar o outro para que possamos executar nosso trabalho da melhor maneira possível. Esse é o espirito. Colaboração!

Estamos combinados senhores desenvolvedores e testadores ?

Referências

[1] http://lealtic.wordpress.com/2011/06/15/desenvolvedores-x-testers-eterno-conflito/

[2] http://pt.slideshare.net/zecarrera/tdc2011-derrubando-as-barreiras-testador-x-desenvolvedor

Créditos da imagem: http://www.shutterstock.com/ – autor:Pavel L Photo and Video

Por ARIANE FERREIRA IZAC

Analista apaixonada por testes, dançarina, corredora e colecionadora de viagens! Filha de peixe (jornalista) peixinho (blogueira) é. Meu grupo no LinkedIn só poderia ser "Diário de uma paixão: Teste de Software"

Postado em: 13 de fevereiro de 2015

Confira outros artigos do nosso blog

REST não é JSON

21 de agosto de 2017

Bruno Sofiato

[Webinar] Profile de aplicações Java com Oracle Mission Control e Flight Recorder

24 de julho de 2017

Danival Calegari

Criando Mocks de serviços REST com SoapUI

27 de junho de 2017

Monise Costa

JavaScript 6: diferença entre var, let e const

09 de maio de 2017

Otávio Felipe do Prado

Deixe seu comentário