Tags:

Ecovila: Vivenciando a sustentabilidade

Em 1998, as ecovilas foram nomeadas oficialmente na lista da ONU das 100 melhores práticas para o desenvolvimento sustentável, como modelos excelentes de vida sustentável.

Elas surgem de acordo com as características de suas próprias bio-regiões e englobam tipicamente quatro dimensões: a social, a ecológica, a cultural e a espiritual, combinadas numa abordagem que estimula o desenvolvimento comunitário e pessoal.

A sustentabilidade vem se destacando como um fator estratégico para o Brasil e para o mundo. Há uma nova consciência, uma nova forma de pensar as políticas públicas, o trabalho dentro das empresas, nas diferentes atividades econômicas e principalmente nas atividades sociais.

De acordo com a GEN – Global Ecovillage Network, Ecovilas são comunidades urbanas ou rurais das pessoas, que se buscam integrar um ambiente de apoio social com um estilo de vida sustentável.
– Produção local e orgânica de alimentos;
– Utilização de sistemas de energias renováveis;
– Utilização de material de baixo impacto ambiental nas construções (bioconstrução ou Arquitetura sustentável);
– Criação de esquemas de apoio social e familiar;
– Respeito a Diversidade cultural
– Novos processos de tomada de decisão e busca do consenso;
– Educação transdisciplinar e holística;
– Sistema de Saúde integral e preventivo;
– Preservação e manejo de ecossistemas locais;
– Comunicação e ativismo global e local.

Neste contexto as ecovilas surgem como modelos alternativos ao padrão insustentável das sociedades modernas, incorporando os antigos conhecimentos com a moderna ciência e filosofia.

Conheça um documentário realizado pela GEN Europe: Ecovilas – Um movimento pela sustentabilidade vivenciada – por GEN Europe.

O coletivo, deve ser destacado para que, desta forma, possamos participar de um futuro mais humano, colaborativo, limpo e uma sociedade mais justa.

Referências:

Global Ecovillage Network


https://pt.wikipedia.org/wiki/Ecovila

Por MÁRCIA MARIA DE OLIVEIRA VALENÇA

Analista de Sistemas desde 1999, Blogueira por empolgação, Mãe de um pequeno menino sapeca , voluntária na arte contar histórias a crianças hospitalizadas e encantada com o dom da vida e em como podemos transformá-la através de boas ações.

Postado em: 03 de dezembro de 2015

Confira outros artigos do nosso blog

Agosto: um mês de muita solidariedade na Matera

31 de agosto de 2018

Tamiris Fernanda Cella

Gente em Ação participa do Grupo de Estudos de Voluntariado Empresarial

11 de junho de 2018

Tamiris Fernanda Cella

Sustentabilidade e seus aspectos multiformes

07 de junho de 2018

Tamiris Fernanda Cella

Agora temos Indicadores de Responsabilidade Social e Sustentabilidade!

28 de maio de 2018

Silvia Zulin

Deixe seu comentário