Mania de separar o lixo

Pesquisando sobre sustentabilidade, achei bem interessante um ponto de vista sobre Mania de separar o lixo, no qual o autor reconhece que a mania de separar o lixo reciclável do não reciclável é muito grande. Porém, ele costuma explicar a necessidade dessa atitude porque certo dia ouviu no rádio o depoimento de uma mulher, presidenta da Associação dos Recicladores de Lixo, o qual dizia que seria muito bom se todos separassem o lixo antes de ser levado ao lixão, pois assim facilitaria muito o trabalho deles.

O autor ainda ressalta: “Veja bem. Ela diz “trabalho”. Isso mesmo. Trabalho, sem carteira assinada. Sem garantia de nada. Muito menos adicional por insalubridade. Assim sendo, ao pensar nessa mulher, sempre separo o lixo.

Leio pessoas dizerem que de nada adianta, porque no caminhão o lixo é triturado e tanto reciclável quanto não reciclável se funde num só. Penso que isso acontece por culpa do Órgão Público que cuida da coleta de lixo.

Deveriam criar um esquema de recolher lixo reciclável num dia e noutro dia, lixo não reciclável. Infelizmente, nada disso acontece. Acredito também que dificilmente irá acontecer.

Todavia, mesmo sabendo que o caminhão mistura os lixos, continuo a separá-los. Ainda mais depois de uma noite quando levei os sacos a um tambor de plástico que ficava na esquina dos quarteirões e lá encontrei um homem de idade a separar o que servia para venda e lhe disse: esta sacola contém material reciclável.

Ele agradeceu. Pegou a sacola e levou ao carrinho. Olhei para lá e vi uma menina parecida com ele sentada, ao lado da sacola que eu lhe entreguei, e pensei: Mais um motivo para separar lixo. Ainda que esse rapaz tenha arrumado emprego. E a mulher da associação deixado de trabalhar, outros catam lixo. Aqui na minha rua. Aí na sua. Na nossa rua. Na nossa cidade. No nosso país.”

Particularmente gostei da preocupação dele com a palavra trabalho, pois nós mesmos sempre desejamos que o outro realize o trabalho de forma correta para não sermos prejudicados etc. Ou seja, um ajuda o outro para as tarefas darem certo. Com essa questão de separar o lixo é a mesma coisa. Vale a pena refletirmos sobre isso. Aqui na MATERA temos os recipientes indicados para cada tipo de lixo. Mas faça a sua parte não só aqui como na sua casa também. 😉

Por TAMIRIS FERNANDA CELLA

Jornalista e pós graduada em Serviço Social e Gestão de Projetos Sociais. Materana desde 2011 e aproveitando a oportunidade de exercer o voluntariado por meio da Responsabilidade Social e Sustentabilidade, através do Projeto Gente em Ação.

Postado em: 27 de abril de 2012

Confira outros artigos do nosso blog

Gente em Ação participa do Grupo de Estudos de Voluntariado Empresarial

11 de junho de 2018

Tamiris Fernanda Cella

Sustentabilidade e seus aspectos multiformes

07 de junho de 2018

Tamiris Fernanda Cella

Agora temos Indicadores de Responsabilidade Social e Sustentabilidade!

28 de maio de 2018

Silvia Zulin

Consciência Ambiental: juntos preservamos a natureza e minimizamos impactos

23 de maio de 2018

Tamiris Fernanda Cella

Deixe seu comentário