O que é Open Banking?

Entenda sobre o assunto que já foi regulamentado na Europa através do PSD2 e está na mira das regulamentações do Banco Central do Brasil

Por CAUÊ DOS SANTOS PEREIRA

 

Open banking é a oferta de produtos, serviços e informações de uma instituição financeira a outra empresa (Fintech, Varejista, Seguradora, ou outros), através de API’s (“Application Programming Interface”, traduzido: Interface de programação de aplicações), para a criação modelos de negócios inovadores.

No vídeo abaixo, você pode conferir uma explicação do Carlos Netto, CEO da Matera, sobre o que é o open banking do ponto de vista de negócios, e quais tipos de oportunidades ele pode gerar.

 

 

Para quem não conhece o significado das APIs, existem diversas analogias feitas para explicar o significado delas. Alguns chamam de “colas digitais”, outros dizem que funcionam como peças de Lego ou até adaptadores de tomada. No final das contas, o objetivo de uma API é fazer com que duas entidades conversem entre si ou que padrões diferentes se conectem.

 

guia-tudo-sobre-open-banking-matera

 

A economia das APIs é um dos assuntos de maior relevância no mundo dos negócios atualmente, pois aceleram o go to market de novos produtos. Em vez de uma empresa investir toda energia “reinventando a roda”, ela pode concentrar todo esse empenho para a criação de uma experiência única utilizando soluções ou serviços que já estão prontos. Criar algo novo é o que realmente irá proporcionar vantagem competitiva para uma empresa. Provavelmente, você já escutou a frase “Por que vamos criar essa funcionalidade se já existe um API  do Google que faz isso?”. No seu dia a dia, quando você vai criar um perfil em alguma aplicação e ela oferece a possibilidade de fazer o cadastro com sua conta de e-mail ou facebook, essa comunicação é feita através de uma API.

 

Agora, traga esse conceito para o seu mercado. O que você pode criar com o open banking?

Por CAUE DOS SANTOS PEREIRA

Bacharel em Publicidade e Propaganda com ênfase em Marketing pela PUC Campinas, com especialização em Gestão Estratégica da Inovação pela Unicamp. É especialista em gestão de marcas, inovação aberta, posicionamento produtos e empresas, estratégias de marketing e inovações no mercado financeiro.

Postado em: 05 de junho de 2018

Confira outros artigos do nosso blog

Smart Contracts: o que são e como funcionam?

18 de junho de 2018

Tássia Rande

O open banking é uma ameaça aos bancos?

11 de junho de 2018

Caue dos Santos Pereira

Por que o Banco Central poderá regulamentar o Open Banking no Brasil?

11 de junho de 2018

Caue dos Santos Pereira

PSD2: como o Open Banking foi regulamentado na Europa

11 de junho de 2018

Caue dos Santos Pereira

Deixe seu comentário