Parceria entre IBM e MATERA apresenta número inédito de transações bancárias

IBM e MATERA apresentam solução para ampliar capacidade de processamento em transações financeiras

Parceria resulta em operações seguras e otimização de recursos para setor bancário

O nível de compras realizadas por meio de cartão e internet registrou, em valores, no último ano R$ 853 bilhões. As transações com cartões de débito somaram R$300 bilhões, avançando 22,55% em relação ao ano anterior. Este crescimento será ampliado pela nova regulamentação do Banco Central para os arranjos de pagamento, onde empresas não bancárias disputarão este mercado. Nesse cenário, as instituições financeiras investem em tecnologia para permitir que seus sistemas processem cada vez mais transações com segurança, estabilidade e eficácia. Diversas soluções são desenvolvidas para suprir esta demanda que cresce a cada ano.

Alinhadas com essa movimentação do mercado, a MATERA Systems, empresa que fornece soluções de TI para os mercados financeiro e corporativo, e a IBM, companhia que é referência no setor de tecnologia, apresentam solução que resulta em números inéditos e estratégicos para as instituições financeiras. Em testes realizados rodando a solução Core Banking da MATERA no servidor zEnterprise da IBM, foram efetuadas mais de 12 mil transações bancárias por segundo, utilizando um mainframe Linux com apenas 12 cores de processamento. O número alcançado superou todas as expectativas, pois testes anteriormente realizados em servidores de mercado com 16 cores, também com Linux, tinham atingido a marca de 4.400 operações por segundo, o que já era um ótimo resultado.

CC
A escalabilidade oferecida pelo servidor da IBM permite que instituições com demandas superiores ao resultado atingido sejam atendidas, pois os 12 cores utilizados representam apenas uma fração da capacidade máxima de processamento do servidor.

O trabalho conjunto das empresas possibilita que instituições financeiras tenham uma solução completa de sistemas bancários e todas as vantagens de um mainframe, como confiabilidade, disponibilidade e segurança. Isso aliado a um preço altamente competitivo, pois a solução roda com o sistema operacional Linux, ou seja, traz a flexibilidade do sistema operacional livre e os principais elementos de uma infraestrutura robusta em um pacote acessível e prático.  “Outro benefício de rodar em Linux é que a plataforma é de fácil utilização pelas equipes de TI, evitando gastos adicionais em treinamentos. Neste projeto, validamos nossa solução em um ambiente que, além de extremamente eficiente no processamento de dados, não apresenta complexidade de instalação e execução.”, afirma Carlos Augusto Leite Netto, CEO da MATERA Systems.

Para Netto, este é um dos principais diferenciais propostos ao setor. “Somos a única fornecedora de sistema bancário que roda em Unix/Linux e Windows há mais de 20 anos, pois sabemos a importância em se ter visão estratégica para atender às diversas demandas do mercado. Essa solução oferece um mainframe de alta capacidade com preço de plataforma mais simples. Isso prova a robustez da solução, sua qualidade técnica e a melhor relação custo-benefício.

A adoção conjunta da plataforma para o mercado financeiro é avaliada como sinônimo de eficácia e agilidade. “A solução da MATERA possibilita trabalharmos com grau elevado de paralelismo nas transações, isto é, atingir múltiplas contas correntes ao mesmo tempo, explorando ao máximo o poder dos nossos servidores”, conclui Anibal Strianese, Executivo de Vendas de Servidores da IBM Brasil.

Por VALMIR MASSAFERA JR

Designer cheio de ideias, está sempre buscando se há formas de otimizar qualquer comunicação gráfica que encontra. Nerd convicto, nas horas vagas pensa que para ser o Batman só lhe falta o mordomo.

Postado em: 02 de junho de 2014

Confira outros artigos do nosso blog

Nova diretoria de Inovação e Negócios da MATERA busca parcerias

20 de abril de 2017

Vania Hoshii

Páscoa Feliz 2017

18 de abril de 2017

Tamiris Fernanda Cella

Hackathon Internet Banking: UI/UX + APIs

15 de março de 2017

Pedro Farci

Three laws that enable agile software development

09 de março de 2017

Celso Gonçalves Junior

Deixe seu comentário