Quais os benefícios da arquitetura REST?

Já ouviu falar de REST? É um termo que está sendo bastante discutido atualmente na área de desenvolvimento de softwares. Nesse post irei explicar o que significa esse termo, explicando também quais os benefícios e vantagens de se utilizá-lo.Por HENRIQUE LACERDA

 

Vivemos uma realidade  onde o compartilhamento de informações e de dados acontece a todo momento, com isso, frases como: “Se não se adaptar às mudanças, ficará para trás!”. ou “Adapte-se! Ou então outros se adaptarão por você!”, se tornam cada vez mais frequentes em nosso cotidiano.

 

Com certeza, um dos grandes desafios que lidamos diariamente, é saber lidar com toda uma massa de informação e de dados que nos bombardeia a cada minuto. Em alguns  momentos, diversos questionamento nos rondam, como por exemplo:

 

“O que, de todo esse volume de dados e informações, realmente me agrega de valor?” “Como isso vai melhorar a maneira que vivo?”.

 

Nossas atividades, no trabalho ou nos estudos, são constantemente impactadas quando buscamos, por exemplo, executá-las com qualidade, pois, temos que adequá-las para que possamos produzir com menos esforço e obter melhores resultados.

 

Mas o que toda essa discussão tem a ver com REST em si? A resposta é basicamente… TUDO!

 

REST está muito “na moda” atualmente, pois, a lista de benefícios de quem adere a ele são muitas, principalmente, quando o assunto está voltado a foco e qualidade, ou, nas palavras que usei acima: fazer menos esforço obtendo melhores resultados.

 

Primeiramente, o que é REST?

 

REST (Representational State Transfer) é um protocolo utilizado na integração de Web Services, e estes, são soluções utilizadas para integração e comunicação entre sistemas. Como uma abstração da arquitetura HTTP, seu foco está direcionado para requisições e respostas entre cliente e servidor, onde: a) O cliente solicita um recurso disponível ao servidor através de informações, como o cabeçalho (header); e b) O servidor devolve ao solicitante uma resposta de acordo com o tratamento que deve realizar e seguindo informações recebidas por ele.

 

Essa maneira simplificada de comunicação, é uma das razões que tornam o protocolo tão bem visto, deixando assim, todos os seus benefícios à tona.

 

RESTful-Service-Client

 

Dentre os diversos pontos onde temos vantagens em utilizar REST, os pontos de maior destaque são:

 

Agilidade: Um dos fatores que é mais levado em conta na decisão por implementar serviços REST, se dá ao fato da necessidade que temos de que sistemas estejam sempre disponíveis e que tenham processamento rápido de requisições.

 

Essas implementações normalmente são mais leves, devido ao REST ser um protocolo sem estado e seguir sempre os mesmos padrões, consequentemente, integrações serão mais rápidas e não afetam o sistema como um todo, mesmo que em execução.

 

Flexibilidade: Os bodies podem ser implementados usando de várias sintaxes distintas, como:  XML, JSON, e RSS. O desenvolvedor, pode optar pelo formato mais adequado ao tipo de mensagens trocadas pelo sistema de acordo com a sua necessidade, garantindo uma certa flexibilidade durante o desenvolvimento de serviços.

 

Praticidade: Este é um ponto bem interessante para quem adere ao REST,  dentre os diversos motivos que reforçam esta opção, destacam-se:

 

É um protocolo simples de entender podendo ser adotado em praticamente qualquer cliente ou servidor com suporte a HTTP/HTTPS.

 

— Através de uma cadeia padronizada e simples de caracteres (URI), serviços REST identificam recursos que estão disponíveis na internet. Exemplo:
http://www.meusistema.com.br/sistema/servico?parametros=01

 

— O cliente deve se preocupar apenas nas informações que deve enviar e em estar apto a receber. Não há necessidade de preocupação, por exemplo, em como o fornecedor irá desenvolver uma solução com base nos dados enviados.

 

Conclusão

 

Isso, reforça a conclusão de que utilizando do protocolo REST em seus serviços,  você irá realizar menos esforço durante um desenvolvimento e implementação desses, e o resultado final será conduzido pelos benefícios citados acima! Fica bem fácil identificar o motivo pelo qual grandes empresas de desenvolvimento estarem utilizando dessa abordagem.

 

Numa próxima postagem estarei realizando uma comparação da implementação de um serviço REST comparado a outros Web Services, mostrando mais na parte prática em como as vantagens comentadas entram no jogo.

 

Até a próxima!

Por HENRIQUE LACERDA

Materano desde 2016, formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Gamer e Cervejeiro nos tempos livres, e adorador de uma boa conversa em inglês.

Postado em: 26 de junho de 2018

Confira outros artigos do nosso blog

Balanceamento de carga em microsserviços com Spring Cloud Netflix

13 de julho de 2018

Jamila Peripolli Souza

Desenvolvendo microsserviços com Spring Cloud Netflix

22 de junho de 2018

Jamila Peripolli Souza

Copa do Mundo: Integrando planilha Google com uma aplicação Firebase

19 de junho de 2018

Flavia Domingues

Como funciona a Blockchain?

11 de junho de 2018

Alan Cesar Elias

Deixe seu comentário