Quando lhe faltar pernas, corra com o coração.

Para o atleta de corrida de rua, a chegada é o ápice em sua conquista, mas neste ultimo domingo tudo isso foi diferente, fazendo da largada e a chegada apenas dois pontos que uniram entre eles sensações, emoções e diversos outros sentimentos. Eu, Marcel, Juliano e Michael tivemos a oportunidade de vivenciar a máxima de “quando lhe faltar pernas, corra com o coração”, na Corrida Longevidade Bradesco com o pessoal do Projeto Pernas de Aluguel.

O Projeto Pernas de Aluguel em parceria com a Associação Beneficente Comunidade de Amor Rainha da Paz participa com seus voluntários em corridas de rua para trazer a experiência única, divertida e diferenciada em cruzar a linha de chegada, um momento importantíssimo que apenas um corredor pode descrever ao findar uma prova.

A parceria se faz a partir da contribuição de uma taxa de inscrição, voltada exclusivamente para benfeitorias da associação, onde o voluntário conduzirá e auxiliará as crianças e adolescentes com dificuldades na locomoção, seja por deficiência física ou neuromotora, trazendo a tona emoções singulares em saber que literalmente suas pernas estão ali para auxiliar o próximo e resgatando experiências do verdadeiro valor da palavra cooperação (algo que muitas vezes nos esquecemos o seu fiel significado).

Abaixo alguns depoimentos dos colaboradores que participaram desta experiência.

20160724_073552Michael Domingues:
“Foi incrível ver a felicidade no rosto de cada uma criança/jovem que estava participando da corrida. A animação deles era contagiante, alguns não paravam de gritar ou fazer brincadeiras como: “Olha a canela” ou “Acelera”. Algo interessante que aconteceu comigo foi receber o abraço inesperado de uma das crianças que estavam participando. Foi um momento único.”

Juliano Munholi:
“Cada ação social em que participo é um aprendizado, um crescimento, uma evolução que me faz refletir de várias formas tudo aquilo que temos, conquistamos e somos… O ‘Pernas de alDCIM104GOPROuguel’ tem por finalidade proporcionar um momento divertido, único e especial para pessoas com deficiência motora/cognitiva, mas também para os atletas que trabalham por isso! Do ponto de partida a linha de chegada são vários sentimentos vivenciados, desde a bagunça das crianças até o momento em que você está exausto e ansioso vendo a linha de chegada. É notável na expressão das crianças, dos atletas e espectadores do evento, a satisfação de estar ali fazendo algo para o próximo… mostrando que eles também podem fazer o que gostam e se sentir parte de algo… Ao cruzar a linha de chegada, a sensação de missão cumprida e a satisfação são indescritíveis, são essas pequenas atitudes me dão orgulho, agregam o caráter, ensinam a valorizar cada dia, cada oportunidade e evoluir como ser humano, ser a diferença que quero ver na sociedade através do exemplo.”

Marcel França:

DCIM104GOPRO“Participar do Pernas de Aluguel foi uma experiência muito gratificante, a possibilidade de proporcionar momentos de alegria as crianças e adolescentes com dificuldades de locomoção é uma ação que traz benefícios tanto para elas quanto para quem se dispõem a participar do grupo, empurrando os triciclos. Com um clima de muita animação e solidariedade, esse projeto dá a qualquer pessoa a oportunidade de unir duas coisas muito legais que são ajudar o próximo e correr.”

Agradecemos a MATERA Systems pela iniciativa em proporcionar para nós um dos momentos marcantes em nossas vidas.

Realmente, vale a pe(R)na!

 

Fontes:

Projeto Pernas de Aluguel (http://pernasdealuguel.com.br)

Associação Beneficente Comunidade de Amor Rainha da Paz (http://abcrainhadapaz.org.br)

Por MARCO ANTONIO MILLEO DE OLIVEIRA JUNIOR

Pai de três filhos, dono de um Fusca Azul 1970, amante de alma do Rock, apreciador da cultura Old School, praticante de corrida de rua e esportes livres. Acredita na arte e no esporte como sendo os maiores alicerces na formação do ser humano e otimista para um futuro melhor.

Postado em: 29 de julho de 2016

Confira outros artigos do nosso blog

Agosto: um mês de muita solidariedade na Matera

31 de agosto de 2018

Tamiris Fernanda Cella

Gente em Ação participa do Grupo de Estudos de Voluntariado Empresarial

11 de junho de 2018

Tamiris Fernanda Cella

Sustentabilidade e seus aspectos multiformes

07 de junho de 2018

Tamiris Fernanda Cella

Agora temos Indicadores de Responsabilidade Social e Sustentabilidade!

28 de maio de 2018

Silvia Zulin

Deixe seu comentário