Tags:

SEO e Dados Estruturados

O que é SEO?

O termo em inglês refere-se a Search Engine Optimization que em português seria traduzido como “Otimização de sites para Mecanismos de Pesquisa“. SEO é o uso de técnicas e estratégias para melhorar o posicionamento de um site nas páginas de resultados dos sites de busca.
Nos primeiros sistemas de busca quando pesquisávamos por algum conteúdo na web, as pesquisas se assemelhavam com catálogos e seus resultados das buscas eram categorizados e organizados em tópicos. Estes resultados normalmente eram manipulados por pessoas, diferente dos mecanismos de busca da geração seguinte que utilizam de “robôs” para encontrar as páginas.
O SEO apareceu junto da nova geração dos motores de busca em que os resultados das pesquisas são ordenados por relevância. A forma como os buscadores definem se um resultado é relevante ou não depende do algoritmo de busca, sendo um dos mais reconhecidos o PageRank™ do Google, que utiliza um sistema de pontuação.

Os sites de busca atuais indicam diferentes tipos de resultados de pesquisa, sendo normalmente:

Resultados pagos

  • Publicidade paga nos resultados
  • Publicidade paga por clique
  • Anúncios (AdWords do Google, por exemplo)

Resultados orgânicos

  • Os resultados da pesquisa por termos e palavras-chave.

Página com resultados de pesquisa do Google

As técnicas utilizadas no SEO atuam na busca orgânica e foram concebidas para melhorar a posição dos resultados por palavras-chave relevantes ao conteúdo do web site. O uso destas técnicas e estratégias melhora não só a quantidade de visitas para um site, mas também a qualidade de seus visitantes, isto é, o tempo em que permanecem em um site.

SEO Semântico

Semântica é o estudo dos significados, estabelecendo uma relação entre palavras e a interpretação do significado destas palavras, de um signo linguístico, de uma frase ou de uma expressão em um determinado contexto.
SEO Semântico é uma tática de SEO que consiste em dar significados para as palavras-chaves pesquisadas pelos usuários, utilizando das técnicas já conhecidas de SEO combinadas com dados estruturados e marcação semântica (HTML).

Nós utilizamos no dia a dia mecanismos de busca para responder a determinadas questões e esperamos que o conteúdo das páginas web reflita as respostas a estas questões. Esta resposta é uma informação, formada por dados ou palavras-chave. Com SEO Semântico, os mecanismos de busca passam a “entender” o contexto a qual o usuário se refere ao pesquisar por estes dados.

A marcação semântica é um guia para os mecanismos de pesquisa no que é importante e relevante em uma página, dando ênfase aos significados e contextos dos dados pesquisados e beneficiando não somente ao SEO, mas também a acessibilidade.

Dados Estruturados

Os principais sistemas de pequisa suportam atualmente microformatos, RDFa e microdados.

Microformato é uma abordagem de marcação semântica que busca reutilizar “tags” para exprimir metadados. Os mecanismos de pesquisa podem extrair informações específicas destes microformatos tais como informações de contato, evento, licença, cartões de visita, etc.

A seguir, um exemplo de hCard:

<div class="vcard">
<a class="fn org url" href="http://www.commerce.net/">CommerceNet</a>
<div class="adr">
<span class="type">Work</span>:
<div class="street-address">169 University Avenue</div>
<span class="locality">Palo Alto</span>,
<abbr class="region" title="California">CA</abbr>&nbsp;&nbsp;
<span class="postal-code">94301</span>
<div class="country-name">USA</div>
</div>
<div class="tel">
<span class="type">Work</span> +1-650-289-4040
</div>
<div class="tel">
<span class="type">Fax</span> +1-650-289-4041
</div>
<div>Email:
<span class="email">info@commerce.net</span>
</div>
</div>

Mais informações em http://microformats.org/wiki/hcard

RDFa é um conjunto de extensões dado ao XHTML pela W3C e que usa atributos do XHTML para exibir resultados mais ricos em buscas, atribuindo nomes curtos e descritivos a entidades e propriedades.

Um exemplo de marcação normal:

<div>
Meu nome é Bob Smith, mas todos me chamam de Smithy. Esta é a minha página inicial:
<a href="http://www.example.com">www.example.com</a>.
Moro em Albuquerque, Novo México, e trabalho como engenheiro na ACME Corp.
</div>

O mesmo HTML, agora com RDFa:

<div xmlns:v="http://rdf.data-vocabulary.org/#" typeof="v:Person">
Meu nome é <span property="v:name">Bob Smith</span>,
mas todos me chamam de <span property="v:nickname">Smithy</span>.
Esta é a minha página inicial:
<a href="http://www.example.com" rel="v:url">www.example.com</a>.
Moro em Albuquerque, Novo México, e trabalho como <span property="v:title">engenheiro</span>
na <span property="v:affiliation">ACME Corp</span>.
</div>

Mais informações em http://www.w3.org/2010/02/rdfa/

Microdados são especificações semânticas dentro do conteúdo existente em páginas web. São mais simples que o RDFa, é um formato extensível e utiliza de vocabulários para melhor descrever um item e seu contexto, fornecendo resultados mais ricos e detalhados. Esses resultados de buscas também são conhecidos como Rich Snippets e aumentam consideravelmente as visitas de um site.

Exemplos de RichSnippets do Google:

richsnippet_autores richsnippet_eventos richsnippet_produtos richsnippet_receita

É possível testar mais RichSnippets do Google em: http://www.google.com/webmasters/tools/richsnippets

Schema.org

Schema é uma colaboração feita entre Google, Microsoft e Yahoo! em microdados. Foi criado com o objetivo de ter um vocabulário único e uma sintaxe que seja compreendida pelos principais mecanismos de busca, de forma que os desenvolvedores não tenham que decidir entre formatos concorrentes. O Schema suporta uma grande variedade de tipos de item, mas nem todos são usados para gerar Rich Snippets.
A documentação completa pode ser lida em http://schema.org/

Fontes:
http://schema.org/
http://microformats.org/
http://www.nordesteseo.com.br/seo/google-atualiza-ferramenta-de-dados-estruturados/
http://mashable.com/2012/03/22/google-semantic-search-seo/
http://www.google.com/pt-BR//intl/pt-BR/webmasters/docs/guia-otimizacao-para-mecanismos-de-pesquisa-pt-br.pdf
http://www.soyuz.com.br/blog/seo-semantica-e-html5/
http://support.google.com/webmasters/bin/answer.py?hl=pt-BR&answer=99170&topic=1088472&ctx=topic

Por MATERA SYSTEMS

Postado em: 20 de fevereiro de 2013

Confira outros artigos do nosso blog

REST não é JSON

21 de agosto de 2017

Bruno Sofiato

[Webinar] Profile de aplicações Java com Oracle Mission Control e Flight Recorder

24 de julho de 2017

Danival Calegari

Criando Mocks de serviços REST com SoapUI

27 de junho de 2017

Monise Costa

JavaScript 6: diferença entre var, let e const

09 de maio de 2017

Otávio Felipe do Prado

Deixe seu comentário