SPRING MVC COM ANNOTATIONS

Olá galera, tudo bem?

Em meu último Post expliquei como configurar o contexto Spring Framework utilizando apenas anotações.

No exemplo apresentado, abordei uma forma de inicialização do contexto utilizando o método main. Este tipo de abordagem é valido para configuração do Spring em aplicações Java desktop. Porém hoje sabemos que a maioria das aplicações desenvolvidas em Java é Web.

Se sua pergunta foi: Posso eliminar a configuração do contexto em formato de arquivo xml em uma aplicação Java Web também? A resposta é sim. E neste post vou explicar como fazer.

A configuração inicial do contexto neste cenário continua exatamente conforme exemplificado post anterior, portanto, não entrarei em detalhes sobre como fazer isso. Porém, mudará a forma de inicialização.

Para aplicações Java Desktop, sabemos que a inicialização fica a cargo do método main. Já para aplicações Java Web, isto deve ser feito pelo Web Descriptor (web.xml).

O primeiro passo é abrir o web.xml e encontrar a declaração do DispatcherServlet do Spring.  Nele, devemos dizer ao Spring que nosso contexto será configurado utilizando anotações e qual classe Java corresponde ao contexto.

<servlet>
    <servlet-name>dispatcher</servlet-name>
    <servlet-class>org.springframework.web.servlet.DispatcherServlet</servlet-class>
    <init-param>
        <param-name>contextClass</param-name>
        <param-value>
             org.springframework.web.context.support.AnnotationConfigWebApplicationContext
        </param-value>
    </init-param>
    <init-param>
        <param-name>contextConfigLocation</param-name>
	<param-value>
             br.springannotations.context.Config
        </param-value>
    </init-param>
</servlet>

Feito isso precisamos dizer ao Spring como encontrar nossas páginas. Para isso criaremos um Bean em nosso contexto para a classe InternalResourceViewResolver.

@Bean
public InternalResourceViewResolver internalResourceViewResolver() {
  InternalResourceViewResolver resolver = new InternalResourceViewResolver();
  resolver.setPrefix("/WEB-INF/views/");
  resolver.setSuffix(".jsp");
  return resolver;
}

Concluindo  a etapa de configuração, precisamos habilitar o Spring MVC em nosso projeto. Para isso vamos adicionar mais uma anotação em nossa classe de contexto.

@EnableWebMvc

Com isso finalizamos a parte de configuração da aplicação.  Simples não?

Fico por aqui e estou compartilhando o link do projeto no GitHub caso queiram ver mais detalhes.

Até a próxima.

Dependências:

 

 

Por FERNANDO GODOI

Entusiasta Java, Professor universitário e apaixonado por música.

Postado em: 18 de março de 2016

Confira outros artigos do nosso blog

REST não é JSON

21 de agosto de 2017

Bruno Sofiato

[Webinar] Profile de aplicações Java com Oracle Mission Control e Flight Recorder

24 de julho de 2017

Danival Calegari

Criando Mocks de serviços REST com SoapUI

27 de junho de 2017

Monise Costa

JavaScript 6: diferença entre var, let e const

09 de maio de 2017

Otávio Felipe do Prado

Deixe seu comentário