Image without alt
Voltar para todos os posts

Como oferecer Portabilidade para Crédito Consignado em sua instituição?

14 of novembro of 2023

Impulsione sua instituição financeira oferecendo crédito consignado de forma eficiente! Saiba como a portabilidade pode destacar sua instituição.

por matera

Compartilhar

Image without alt

Quando falamos sobre oferecer crédito consignado, disponibilizar as melhores condições é essencial para atrair e fidelizar o cliente. Do ponto de vista do cliente, nada é mais frustrante do que solicitar o empréstimo pessoal a uma instituição para, posteriormente, descobrir que outra instituição financeira tem uma proposta mais vantajosa.

Nesses casos, a solução é mais simples do que parece: fazer a portabilidade do crédito consignado é o caminho ideal para o devedor, porém, segundo pesquisa realizada pelo Datafolha em em abril/2023, 50% das pessoas bancarizadas considera o processo difícil e complicado, apesar de apenas 6% dos entrevistados terem tentado realizar uma portabilidade.

Ou seja, esta é uma modalidade pouco explorada pelas instituições financeiras e que pode vir a ser muito utilizada pelos brasileiros, já que reduzirá consideravelmente os juros da transação.

Quer oferecer a portabilidade em sua instituição? Veja como uma plataforma de crédito digital pode te auxiliar a facilitar o processo de  portabilidade do crédito consignado para o cliente. 

Como a portabilidade funciona segundo a lei?

A portabilidade de crédito consignado é regulamentada pelo Banco Central, através da Resolução Nº 4.292, de 20 de dezembro de 2013. A lei define a possibilidade de transferir um empréstimo de uma instituição financeira para outra, sem a necessidade de cobrança de novos impostos.

A ideia é que, em vez do próprio cliente contratar um empréstimo novo para pagar o antigo, a transação seja feita diretamente entre as instituições. O objetivo por trás desta regulamentação é estimular a concorrência do mercado de crédito, para que sejam oferecidas taxas menores de empréstimo.

Quais são as regras deste processo?

A lei também regulariza quais situações que permitem que portabilidade de empréstimos seja realizada, sendo que uma das principais exigências é em relação à quantia restante e ao prazo para pagamento: ambos não podem ser maiores do que os originais. No entanto, é possível que a parcela da quitação seja maior que a inicial, mas deve ser aprovada formalmente pelo devedor.

Além disso, o processo deve ser feito eletronicamente, sem exceções. Este é o único método aceito para esta transação, o banco não pode oferecer meios alternativos. Na plataforma Matera Crédito, o contrato é assinado digitalmente, com protocolo de validade jurídica, registro do IP de acesso com data e hora.

É importante sempre lembrar que a instituição de origem do empréstimo não pode se negar a fazer a portabilidade, porém é permitido que ofereça novas condições, como redução dos juros, para incentivar o cliente a cancelar a transferência. Além disso, a instituição financeira pode ter estabelecido contratualmente exigências, como prazo de tempo mínimo, antes de liberar a portabilidade. Deve-se considerar também que o devedor precisa requisitar especificamente a portabilidade.

Como o processo  de portabilidade é realizado?

O devedor deverá dar o primeiro passo, encontrando uma instituição que tenha uma oferta de crédito vantajosa e abrir o pedido da portabilidade. Nesta etapa, ele é responsável por informar ao banco de origem, mas é a nova instituição que se torna responsável pelo pedido formal com as informações necessárias, incluindo:

  • CPF;
  • RG;
  • Comprovante de residência;
  • Extrato do salário ou do INSS;
  • Proposta de crédito e de dados da instituição.

Como resposta, o banco anterior deve informar:

  • Saldo atual;
  • Prazo restante vencimento da última parcela;
  • E quaisquer outros dados para concretizar a transferência.

Ambos os lados devem se manter transparentes e informar o cliente de todo o processo. As informações são um direito da pessoa e uma garantia de que o processo está sendo feito corretamente. A portabilidade do crédito consignado pode possuir muitas etapas, porém são necessárias para a segurança de todas as partes, mas isso não significa que o procedimento necessite ser difícil. Ao contrário, com uma plataforma  especializada em crédito consignado, esta operação será simples de ser realizada.

Como uma plataforma digital para consignado facilita a portabilidade

A Matera oferece uma plataforma de crédito digital, com todas as funcionalidades para Crédito Consignado e funcionamento online vinte e quatro horas por dia, sete dias por semana, em Saas (software as a service). Para o Consignado Privado a plataforma atende:

  • Instituição Financeira: Simulação da proposta, análise do crédito, mesa de crédito, gestão dos contratos, portabilidade, refinanciamento e informações contábeis para o Bacen.
  • Empresa Conveniada: Gestão dos funcionários online, acompanhamento da margem, créditos, LGPD, integração com o sistema de folha e e-Social, entre outras funções para o departamento pessoal.
  • Funcionário: Solicitação, simulação, renegociação, antecipação de parcelas, 2a via de boleto e portabilidade do crédito online.

Como todas as funcionalidades são nativas em APIs, a troca de informações entre as partes envolvidas na portabilidade são facilitadas,  tornando o processo mais simples, seguro e transparente. Acesse nosso site e saiba como nós podemos ajudá-lo.