Image without alt
Voltar para todos os posts

“O Pix é a internet das contas” Carlos Netto levanta comparativo em palestra na 5° edição da Amcham Talks

28 of setembro of 2022

Com o tema principal sendo Embedded Finance: Banco não é coisa de banqueiro, o CEO da Matera ampliou os horizontes do público presente no evento.

por matera

Compartilhar

Image without alt

“Quem aqui trabalha em banco?” Em uma audiência silenciosa, apenas uma telespectadora levanta a mão. “Ótimo, então é com a maioria das pessoas que não trabalham em banco que eu quero falar”. Foi assim que Carlos Netto, CEO da Matera iniciou sua participação na 5° edição do Amcham Talks. O evento aconteceu no dia 27 de outubro, em Campinas (SP). Em um dia repleto de palestras, os principais temas abordados foram gestão de pessoas, novas gerações, tecnologia e metaverso, inovação e negócios.

Para completar a lista de palestrantes e pautas, Carlos Netto trouxe ao painel a palestra com o seguinte tema: Embedded Finance: Banco não é coisa de banqueiro. Durante os 30 minutos de apresentação levantou um breve histórico do sistema de pagamentos brasileiro e como evoluiu ao longo dos anos até chegar a novas oportunidades do mercado a partir da ampla concorrência e legislações que favorecem, não só a criação de novas instituições, mas também a possibilidade de embarcar serviços financeiros a empresas tradicionais.

Explicando o que é o termo Embedded Finance, Carlos mostrou que, através da tecnologia, bancos já estão sendo embarcados em empresas convencionais, o que traz o fortalecimento de marca, aumento de rentabilidade e competitividade para essas empresas. “A força da sua empresa é a força da sua cadeia de valor” Completou. 

Em um comparativo trouxe o exemplo prático do Pix e uma nova forma de entender esse meio de pagamento. “O Pix eu chamo carinhosamente de internet das contas. Ele veio pra conectar contas assim como a internet lá atrás unificou uma rede.” Ainda falando desse meio de pagamento, Carlos explicou que há alguns anos, abrir uma empresa de pagamento exigia diversas burocracias, como por exemplo: pagamento de DARF, tributos, contas, boletos etc. “Era uma verdadeira torre de babel. Se você pensar do ponto de vista técnico, cada um desses setores regulatórios são redes de pagamento onde o dinheiro flui dentro” ou seja, são diferentes ecossistemas com diversos intermediários que encarecem o processo.

Dando alguns exemplos, Carlos instigou o público mostrando que é possível que empresas que não são bancos, coloquem isso em prática e lucrem com um ecossistema único e independente de intermediários. Mas como começar? Com a solução Embedded Finance da Matera! Amplie o portfólio de serviços aos seus clientes e parceiros, habilitando diversos serviços financeiros a partir do seu negócio. Essa é uma oportunidade da sua empresa se tornar o centro das transações financeiras e com isso fomentar sua cadeia de valor, conhecer melhor o comportamento de compras de seus clientes e o mais importante: aumentar as vendas.

Agora que você entendeu esse movimento, faça parte dessa tendência com o Embedded Finance da Matera!